janeiro 22, 2022

Bahia confirma mais uma morte por causa das chuvas; total chega a 21


Agora já são 21 mortes provocadas pelas chuvas na Bahia. O último óbito confirmado é de um rapaz de dezenove anos. De acordo com informações da Defesa Civil do Estado o jovem tentou atravessar uma enxurrada na cidade de Ilhéus e se afogou.

Conforme boletim divulgado nesta terça-feira (28) o número de desabrigados passa de 34 mil. Essas pessoas precisaram deixar suas casas e dependem de um abrigo fornecido pelo poder público. Cerca de 43 mil pessoas estão desalojadas. Ou seja, saíram de suas residências, mas foram acolhidas por familiares ou amigos. Já o total de feridos continua em 358.

A defesa civil baiana estima que 471 mil pessoas foram prejudicadas pelos temporais. Também nesta terça-feira (28) o Corpo de Bombeiros do Estado emitiu um alerta a prefeituras de quatro cidades para que retirem moradores de áreas ribeirinhas.

A corporação informou que é um risco iminente de enchentes em Itambé, Canavieiras, Mascote e Cândido Sares, isso porque houve um aumento do fluxo das águas em direção à Bahia com a abertura das compostas da barragem Machado Mineiro, no Rio Pardo em Minas Gerais.

A tragédia ambiental no Estado já afetou 116 municípios e o número de cidades que decretaram situação de emergência chegou a 100. Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, a Bahia enfrenta a maior chuva dos últimos trinta e dois anos para o mês de dezembro.

*Com informações da Rádio Nacional DF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *