novembro 30, 2020

Cemitérios não vão receber visitantes no Dia de Finados


A visita aos túmulos de entes queridos, missas, cultos e compra de flores sempre movimentam os cemitérios no Dia de Finados, no Brasil. Em 2020, a pandemia do novo coronavírus acabou alterando até essa tradição. Muitos cemitérios municipais decidiram nem abrir as portas no dia 2 de novembro, com receio das aglomerações.

É o caso de Belo Horizonte. Se em 2019 mais de 100 mil pessoas passaram pelos cemitérios municipais no dia 2 de novembro, neste ano a prefeitura decidiu manter as regras do decreto municipal do mês de março e não vai permitir visitas a túmulos nem o trânsito de pessoas dentro dos cemitérios, com exceção para participação em sepultamentos no dia.

Em agosto, no dia dos pais, Manaus não liberou a visita às sepulturas e para o dia de finados não deve ser diferente. Até o momento, a informação da prefeitura é de que os cemitérios públicos seguem fechados para a visitação.

Mas em Aparecida de Goiânia, a administração decidiu montar um esquema de visitas. A cidade terá a Semana dos Finados. A programação será de 24 de outubro a 2 de novembro, com agendamento antecipado de visitas, que deve ser feito pelo site da prefeitura.

Para a moradora de Aparecida de Goiânia, Thayná Marques, o esquema é desnecessário, porque a visita aos mortos pode ser feita em qualquer época do ano. Apesar da abertura e do esquema de agendamentos, os cemitérios de Aparecida não terão missas ou cultos.

Nos dias 31 de outubro e nos dias 1º e 2 de novembro, fiscais da prefeitura estarão nas entradas dos cemitérios para a organização de visitas e controle de pessoal. O uso de máscara é obrigatório. Também será exigido o comprovante do agendamento na entrada dos cemitérios, ainda que por meio digital.

*Com informações da Rádio Nacional em Brasília/EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *