maio 12, 2022

Estados retomam restrições a eventos e comércios devido à Covid


O rápido aumento de novos casos de Covid, com avanço da variante Ômicron, além dos surtos de Influenza, fizeram alguns estados retomarem restrições a eventos e alguns comércios, como o de alimentação.

Ceará, Amazonas, Piauí, Paraíba, Distrito Federal e Maranhão já anunciaram novas medidas ou prorrogaram as restrições de circulação nos últimos dias.

E nesta semana, mais dois estados entraram para este grupo que tenta conter o avanço da pandemia: Bahia e Pernambuco.

O governo baiano publicou decreto nessa terça-feira reduzindo de 5 mil para 3 mil pessoas a capacidade máxima para eventos em todos os estádios. Já o governo de Pernambuco reduziu de 7 mil e 500 para 3 mil o número máximo de pessoas em eventos abertos e mil pessoas em espaços fechado, exigindo teste negativo para covid para eventos acima de 300 pessoas.

O governo pernambucano também vai exigir o comprovante de vacinação nesses locais e também nos restaurantes e bares, onde a retirada da máscara é frequente. O secretário de saúde do estado, André Longo, afirmou que as novas medidas valem a partir desta sexta-feira (14) até o próximo dia 31 de janeiro.

O secretário de saúde de Pernambuco informou que o número de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave cresceu 50% em uma semana e 138% em 15 dias, aumentando os pedidos por UTI no estado em 82% em duas semanas.

A epidemiologista Jessem Orellana, da Fiocruz Amazonas, avalia que as restrições ainda são tímidas diante de um avanço tão rápido da contaminação.

No Brasil, os casos de Covid-19 por dia aumentaram em mais de quatro vezes no intervalo de uma semana. No dia 3 de janeiro, a média móvel estava em 8 mil e 400 casos diários. Sete dias depois o número chegou a 36 mil casos por dia.

Já o número de óbitos cresceu 30% na mesma semana, saindo de 96 óbitos diários para 126 óbitos na média dos últimos 7 dias. Esses dados são compilados pelo CONASS, o Conselho Nacional de Secretarias Estaduais de Saúde. 

*Com informações da Rádio Nacional DF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.