fevereiro 17, 2020

Holocausto de Auschwitz completa 75 anos

Na segunda-feira (27), será comemorado o 75º aniversário da libertação de Auschwitz, maior campo de extermínio do regime nazista de Adolf Hitler, onde mais de 1,1 milhão de pessoas foram assassinadas entre 1940 e 1945.

Ao todo, mais de 6 milhões de pessoas, cerca de dois terços de toda a população judia da Europa, foram executadas naquele que é considerado o maior genocídio da História.

Auschwitz é o nome de uma rede de campos de concentração/extermínio localizados no sul da Polônia operados pelo Terceiro Reich nas áreas polonesas anexadas pela Alemanha Nazista, maior símbolo do Holocausto perpetrado pelo nazismo durante a Segunda Guerra Mundial. 

A partir de 1940, o governo de Adolf Hitler construiu vários campos de concentração e um campo de extermínio nesta área. A razão direta para sua construção foi o fato de que as prisões em massa de judeus, especialmente poloneses, por toda a Europa que ia sendo conquistada pelas tropas nazistas, excediam em grande número a capacidade das prisões convencionais até então existentes.

Ele foi o maior dos campos de concentração nazistas, consistindo de Auschwitz I (Stammlager, campo principal e centro administrativo do complexo); Auschwitz II–Birkenau (campo de extermínio), Auschwitz III–Monowitz, e mais 45 campos satélites.

*Com informações do Brasil Digital/Foto: EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *