outubro 25, 2020

Já é possível se cadastrar no PIX, novo meio de transferência bancária


Começou nesta segunda-feira a possibilidade de cadastrar as chaves para o novo sistema de Transferências Instantâneas desenvolvido pelo Banco Central. Chamado de PIX, o projeto será uma alternativa para as transferências via DOC ou TED, que cobram um valor para transferir recursos entre bancos e não são disponíveis 24 horas por dia.

Já o PIX será gratuito e a previsão é que a transferência de recursos seja imediata, como explicou Carlos Eduardo Brant, do Departamento de Competição do Mercado Financeiro do Banco Central.

Oficialmente, as operações do PIX começam no dia 16 de novembro, mas para facilitar a transição, o interessado pode solicitar uma chave a partir desta segunda-feira. A chave pode ser o próprio CPF, um número de telefone ou um endereço de e-mail. O usuário deve solicitar a chave do PIX diretamente no banco em que possui conta corrente ou poupança.

Mayara Yano, do Departamento de Competição no Mercado Financeiro do Banco Central, destacou as vantagens para empresas e consumidores.

O PIX não cobra diretamente das pessoas físicas, mas as instituições financeiras que se cadastrarem no programa pagarão, ao Banco Central, R$ 0,01 a cada 10 transações realizadas. Segundo o Banco Central, esse valor é para manutenção do serviço.

*Com informações da Rádio Nacional em Brasília/EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *