fevereiro 26, 2021

Malafaia denuncia evangélicos que votaram a favor da prisão de Daniel Silveira

 pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), cumpriu sua promessa e gravou um vídeo denunciando os deputados evangélicos que votaram a favor da manutenção da prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).

Malafaia avia usado o Twitter para avisar que “deputado evangélico que votar em favor dessa aberração jurídica de manter um deputado preso por suas falas, vou denunciar as evangélicos, para nunca mais ser votado por nós”. O líder evangélico havia se posicionado contra a prisão do parlamentar.

O líder da ADVEC enfatizou que não concorda com a fala do deputado, mas levantou duas questões: sobre a legalidade da fala do deputado e a legalidade da ordem de prisão pelo Supremo. Ambas as questões têm sido apontadas como pontos sensíveis no debate.

“Eu não concordo com as ameaças e as asneiras que o deputado Daniel Silveira falou. A questão é se ele tinha legalidade pra falar ou não, e se o Supremo Tribunal Federal tinha legalidade para mandar prendê-lo ou não, essa que é a questão”, disse.

O pastor citou o artigo 53 da Constituição, onde diz que “deputados e senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos”. Silas Malafaia afirmou que a prisão é ilegal, não tem respaldo constitucional e por pior que tenha sido a fala do parlamentar “ele tem direito de falar”.

Em seguida, o pastor mostrou o nome dos deputados da Frente Parlamentar Evangélica que votaram a favor da prisão do deputado, dando destaque aos nomes ligados a Igreja Evangélica Assembleia de Deus e a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).  Foto: Reprodução do Youtube.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *