outubro 31, 2020

Operação desarticula quadrilha que aplicava golpes pelo WhatsApp


A operação, que foi chamada de Data Broke, cumpriu, nesta sexta-feira (4), sete mandados de busca e apreensão em quatro endereços de Goiânia, capital de Goiás, e numa ala da Penitenciária Coronel Odenir Guimarães, no mesmo Estado; e ainda em dois locais na cidade de Montes Claros, em Minas Gerais. A Justiça também  determinou o bloqueio e a exclusão de oito sites de venda ilegal de dados.

Conforme as investigações, a quadrilha criava perfis falsos no aplicativo WhatsApp, com imagens de médicos, dentistas, promotores de justiça e juízes para enviar mensagens e pedidos de depósito bancários a parentes e pessoas próximas das vítimas.

De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança pública, o acesso aos dados era obtido por meio da compra das informações em sites na Internet.

A pasta informou que casos de perfis falsos em aplicativos de mensagens aumentaram muito durante a pandemia e que é fundamental que usuários de aplicativos fiquem atentos ao conteúdo das mensagens recebidas.

*Com informações da Rádio Nacional em Brasília/EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *