janeiro 15, 2021

Pandemia: ano letivo de 2021 começará mais tarde em vários estados


Em muitas escolas públicas, o ano letivo de 2020 ainda não terminou devido à pandemia do coronavírus. Enquanto novas medidas de isolamento são anunciadas em diversos estados, as aulas de 2021 já começam a ser planejadas.

No Rio Grande do Sul, a Secretaria Estadual de Educação anunciou que vai adotar o ensino hibrido, incluindo atividades presenciais e a distância. As turmas serão divididas com a presença de no máximo 50% dos estudantes nas salas de aula. A alternância poderá ser semanal ou diária.

O ano letivo nas escolas gaúchas começa em 8 de março e vai até 21 de dezembro. O calendário ainda prevê aulas aos sábados. No Distrito Federal, após uma consulta pública, as aulas também vão começar em 8 de março. A reposição será feita em 11 sábados ao longo do ano.

Em Minas Gerais o ano letivo de 2020 vai até o final de janeiro. As aulas de 2021 estão marcadas para iniciar em 4 de março. Uma consulta pública do governo estadual busca opiniões sobre o ensino hibrido. Mas uma decisão judicial obtida pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação garante a suspensão do retorno presencial até que o estado de Minas cumpra medidas sanitárias e que a pandemia esteja controlada.                               

No Acre, o ano letivo de 2021 está previsto para começar apenas em maio. Em fevereiro prosseguem as atividades remotas, e em março o ensino será hibrido, ainda relativo ao ano de 2020. Já em Pernambuco, o ano letivo de 2021 começa em 3 de fevereiro nas escolas públicas. 

*Com informações da Rádio Nacional/DF – Foto/EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *