outubro 31, 2020

PF deflagra operação contra garimpo de diamantes em terra indígena


A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (24) a Operação Crasso de combate ao garimpo e ao comércio ilegal de diamantes na Terra Indígena Roosevelt, que fica no estado de Rondônia.

Foram cumpridos 53 mandados de busca e apreensão nos estados de Rondônia, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Piauí, Roraima, São Paulo e no Distrito Federal. O nome da operação, Crasso, remete ao estado bruto dos diamantes.

O trabalho de investigação teve início em 2018, após a prisão de três indivíduos em posse de diversas pedras de diamantes, que confessaram que elas eram oriundas da reserva indígena Roosevelt.

A partir daí, os investigadores conseguiram identificar a participação de garimpeiros, lideranças indígenas que permitiam a extração ilegal, avaliadores, comerciantes e intermediadores.

O processo iniciava com a extração dos diamantes e terminava com a comercialização em joalherias no território nacional, principalmente São Paulo, e também em outros países, como Itália, França e Suíça.

Os suspeitos vão responder pelos crimes de organização criminosa, usurpação de bens da união e lavagem de dinheiro. Além dos mandados de busca e apreensão, a Justiça determinou o bloqueio e sequestro de bens dos suspeitos.

*Com informações da Rádio Nacional em SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *