abril 8, 2020

Presídios vão fazer triagem de visitantes para conter coronavírus


O CONSEJ,  Conselho Nacional dos Secretários de Justiça, recomendou a triagem das visitas nos presídios. O objetivo da medida é  prevenir casos de coronavirus entre a população carcerária.

Segundo o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco e presidente do CONSEJ, Pedro Eurico, pessoas com sintomas de gripe não vão poder entrar no sistema carcerário.

As medidas de prevenção vão ser avaliadas e as restrições podem ser ampliadas caso a situação de saúde dos presos se agrave.  Se isso ocorrer, o Conselho cogita recomendar a suspensão total de visitas e o transporte de presos. No Distrito Federal, a decisão de suspender as visitas já passou a ser adotada a partir desta quinta-feira (12). 

Caso um detento contraia o Covid-19, a orientação do Depen, o Departamento Penitenciário Nacional, é isolar o paciente na enfermaria de cada unidade prisional, mas a decisão final vai ficar a cargo de cada estado e dos responsáveis pelas unidades prisionais,  como explicou o diretor de Políticas do Depen, Sandro Abel.

Mas, apesar de usar a mesma enfermaria, a orientação é que presos com coronavirus não dividam o mesmo espaço com presos  portadores de outras doenças, já que as situações de comorbidade  ajudam a agravar os sintomas do coronavirus.

O Brasil tem  mais de 1.400 unidades prisionais e a terceira maior população carcerária do mundo, com 750 mil detentos, segundo último balanço do Ministério  da Justiça.

*Com informações da Rádio Nacional em São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *