janeiro 15, 2021

Procon divulga lista com 200 sites de compras que não são seguros


O consumidor deve ficar atento ao sobe e desce dos preços de produtos comercializados pela internet e também do frete que, em alguns casos, pode ser maior do que o valor do produto. A recomendação é do Procon do Rio de Janeiro.

Para ajudar no momento das compras de fim de ano e também da Black Friday, que acontece na sexta-feira, dia 29, o órgão divulgou uma lista com 200 sites para se evitar, devido à suspeita de fraudes.

A instituição recomenda que o consumidor pesquise os preços dos produtos em sites e lojas diferentes, para saber se os preços estão realmente promocionais. Evitando assim que o comprador caia na chamada “pegadinha da maquiagem de preço”, quando o fornecedor aumenta o valor do produto para depois simular um desconto.

Jeane Messias é auxiliar administrativo e conta que costumava comprar pela Internet, mas que, depois da compra online de um jogo de panelas, agora tem medo.

O presidente do Procon do Rio, Cassio Coelho, ressalta a importância das compras de Natal e também da Black Friday, como forma de movimentar a economia. Mas afirma que o consumidor deve ficar atento a possíveis tentativas de fraude.

A lista com os sites que o consumidor deve evitar na hora de comprar pela internet, por ser acessada diretamente na página do Procon: procon.rj.gov.br  Lá, também é possível acessar uma cartilha com informações para uma compra segura.

*Com informações da Rádio Nacional/RJ/Foto: EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *