abril 8, 2020

Senador Cid Gomes é baleado após usar trator contra PMs grevistas no Ceará


O senador Cid Gomes, do PDT do Ceará, foi baleado no fim da tarde desta quarta-feira. Os disparos ocorreram no momento em que o parlamentar tentava invadir, com uma retroescavadeira, um quartel da Polícia Militar que estava ocupado por manifestantes em greve na cidade de Sobral, há mais de 200 quilômetros de Fortaleza. 

A assessoria do senador informou que ele foi até o local e criticou o movimento de paralisações deflagrado pela polícia. Cid Gomes foi encaminhado para o Hospital do Coração de Sobral. O primeiro boletim médico divulgado na noite desta quarta-feira pela unidade de saúde diz que o senador foi vítima de ferimento por arma de fogo na região torácica, que o paciente apresenta boa evolução clínica, está lúcido e respirando sem ajuda de aparelhos. 

Pelas redes sociais, o irmão do senador, Ciro Gomes, afirmou que Cid Gomes levou dois tiros, que as balas não atingiram órgãos vitais e que o senador não corre risco de morte. Já a assessoria da Polícia Militar do Ceará ainda não divulgou nota sobre o episódio. Pelo Twitter, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, escreveu que acompanha o caso com preocupação.

O Ministério da Justiça informou que também monitora a situação e já enviou equipes da Policia Federal para Sobral, para segurança do Senador Cid Gomes. A Força Nacional de Segurança Pública será enviada nesta quinta-feira para o Ceará. 

Desde a noite da terça-feira, parte da Polícia Militar do estado tem organizado manifestações e ações de greve em protesto contra o impasse no reajuste das categorias com o governo do estado. O governador Camilo Santana gravou um vídeo informando que a negociação com a categoria estava avançada e pediu apoio federal para reforçar a segurança no Ceará. 

*Com informações da Rádio Nacional (DF) / TV Brasil / Foto: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *