outubro 25, 2020

Polícia Federal prende prefeitos de Rondônia por suspeita de corrupção

A Polícia Federal (PF) cumpriu quatro mandados de prisão preventiva contra prefeitos de municípios de Rondônia, além de um quinto mandado de prisão preventiva contra um ex-deputado estadual. As prisões ocorreram no âmbito da Operação Reciclagem, voltada para a investigação de crimes contra a administração pública. A operação é conduzida pela PF em conjunto com Ministério Público do estado.

A investigação teve início em dezembro de 2019 e teve a colaboração de um empresário. Uma das prefeituras impunha condições para quitar dívidas com esse empresário pela prestação de serviços com o poder público. Ele resolveu contatar as autoridades para denunciar os ilícitos.

Provas foram angariadas e filmagens de recebimentos de valores por parte dos envolvidos foram registrados, com centenas de milhares de reais sendo distribuídos em dinheiro vivo. Os envolvidos foram afastados de suas funções públicas e foram bloqueados ativos que ultrapassam R$ 1,5 milhão. Esse valor, segundo a PF, teria sido, em tese, recebido de forma ilegal.

Também foram cumpridos 12 de mandados de busca e apreensão, com 22 equipes e envolvimento de mais de 70 policiais federais em Ji-Paraná/RO, Cacoal/RO, Rolim de Moura/RO e São Francisco do Guaporé/RO.

O nome da operação, “Reciclagem”, remete ao ramo de atividades da empresa envolvida no caso e origem dos recursos ilícitos, sendo decretado sigilo nas investigações pelo Tribunal de Justiça que cuida do caso.

*Com informações da Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *